quarta-feira, fevereiro 27, 2008

PORQUE NÃO...

Porque não, sermos integrados na Espanha? Porque não, termos o mesmo crescimento económico? Porque não, a mesma saúde, Justiça e Educação? Porque não o mesmo nível de vida?

São quatro questões, que todos os dias me coloco. Sim, quando o poder capital, nomeadamente na maioria dos sectores da nossa economia, os "Nuestros Hermanos", são os grandes impulsionadores, na Banca, 40% desta, já tem capitais Espanhóis, a empresas de grande porte nacional, já são controladas a nível ibérico. Então, não fará sentido, nós também o sermos, adjudicando daí os benefícios para a população em geral. Sim porque com esta política de treta, onde os nossos governantes caíram no descrédito total, onde a nossa justiça desacredita qualquer cidadão de recorrer a esta, a Educação está pela hora da morte, e a Saúde, meus amigos, esta se não morreu já, estará com os dias contados.

Ter políticos de algibeira, que erram em prol dos mesmos, saqueiam os cofres do estado em proveito próprio, serve a quem? Aos Patriotas? Mas os Patriotas são quem afinal? Eu não vejo assim tantos pobres na miséria a serem patriotas, não vejo os trabalhadores com ataques à sua sobrevivência a serem tão patriotas, vejo sim os bem de vida, aqueles que lucram milhões de contos ao ano (como a banca), para esses que tudo está bem, embora a desgraça alheia prolifere, esses são os patriotas. Eu também defendo que Portugal, deve ser sempre Portugal, e com Gestão Ibérica, onde é que o deixaria de ser? Não se apagava a história com um simples clic. Mas tudo isto não passa de uma mera opinião, opinião essa crescente a nível nacional, que um dia, se calhar, se tornará realidade. Não podemos viver sempre nesta aflição, neste indeterminação, neste gamanço contínuo, sempre aos mesmos, já basta.

Eu gosto muito do meu país, mas esta "Maçonaria", este "Opus Dei", esta a dar cabo dele, disso não tenho dúvidas. Os Portugueses, tem de abrir os olhos rapidamente, ou se calhar já vão tarde, mas como diz o ditado, "Mais vale tarde, que nunca."

Agora, aqueles que manipulam os números do desemprego, sabem que se está a esgotar a manipulação, pois grande parte dos desempregados de Portugal, rumou à GALIZA, de onde estão a regressar em massa, segundo o sindicato dos trabalhadores da construção. E Agora? Como vai ser Sr. Sócrates? Como vai desmentir com números falsos como o tem feito até agora, este crescimento do desemprego? Com esta já você contava, ora diga lá? Por isso, anda a inventar novas Oportunidades.

Quero ser Português, mas quero ter e exijo um Governo capaz, nem que para isso tenha de ser Governado por outro qualquer estado da UE, incluindo a Espanha. Sim Porque qualquer dia os Srs. de BRUXELAS, fecham a torneira, e terão eles de arranjar um governo de gestão.

Carlos Rocha


Powered by ScribeFire.